PES (AyA)

PES (AyA)
Pesquisas e Experiências Subjetivas Anarkia y Ayahuasca Entre Parênteses

Sessão 13 de maio de 2017


Sessão de Ayahuasca em Sampa, no Butantã

Sábado, 13 de maio, as 17h30

(trazer coberta/blusa e almofada/colchonete pra maior conforto) 

Dia da Abolição da Escravatura (1888), e por ser o 133º dia do ano, é considerado a proporção áurea do ano.



“Nós vivemos em uma cultura totalmente hipnotizada pela ilusão de tempo, na qual o chamado presente é sentido como uma pequena linha entre o ‘todo poderoso’ passado causativo e o ‘absurdamente importante futuro’. Não temos presente. Nossa consciência está quase completamente preocupada com memórias e expectativas. Nós não percebemos que nunca houve, há, ou haverá qualquer tipo de experiência além da experiência do momento.
Portanto, nós estamos fora de contato com a realidade. Nós confundimos o mundo como ele é falado, descrito, e mensurado com o mundo do modo que ele na verdade é. Nós estamos doentes com uma fascinação pelo uso de ferramentas de nomes, números, símbolos, sinais, conceitos e ideias.”
— Alan Watts



"Aos que desprezam o corpo quero dar meu parecer; tudo é corpo e nada mais, alma é o nome de alguma coisa contida no corpo. Ah mais sabedoria no seu corpo que na mais fina filosofia (...) se queres aprender a filosofar comece pelos pés, dancem, bons bailarinos, dancem; com os pensamentos, com a caneta, mas sobretudo, com os pés. Ao filosofo os pés devem estar sempre acima da cabeça."
F. Nietzsche


 
diálogo de don juan e castañeda:
— Sabe alguma coisa do mundo que o rodeia? — perguntou.
— Sei muitas coisas diferentes — respondi.
— Quero dizer, sente o mundo em volta de você?
— Sinto tanto do mundo em volta de mim quanto posso.
— Isso não basta. Tem de sentir tudo, senão o mundo perde o sentido.
 






Nenhum comentário:

Postar um comentário