PES (AyA)

PES (AyA)
Pesquisas e Experiências Subjetivas Anarkia y Ayahuasca Entre Parênteses

Rita Lee e a ayahuasca

Autobiografia - Rita Lee Ay ay ayahuasca Chegando em casa do Midem, minha primeira aventura fora do país, disseram que voltei inglesada tipo “Ái sêi tomêito, iú sei tomáto”. Britanizei meu americanês para escárnio geral. O tempo passa em fastfoward na minha cabeça e me localizo pouco antes da participação dos Mutas em outro festival da Record. Não lembro exatamente qual visitante chegou no qg Bahia na avenida São Luís trazendo um garrafão de chá de ayahuasca. Descreveu as maravilhosas curas da alma que o santo remédio realizava, só não mencionou o vômito colateral nem considerou que tomar tal chá numa baita city feito São Paulo seria ótima receita para uma baita bad trip. Também não lembro quem tomou ou não tomou, só sei que eu tomei. Depois de botar as tripas pra fora, tive a brilhante ideia, talvez teleguiada pelos espíritos do povo das florestas, de sair às ruas de São Paulo. Andei apenas um quarteirão, o que deve ter durado umas quatro horas, e cheguei ao reino encantado da praça da República, para então me unir de corpo e alma ao caos urbano metamorfoseada de índia Jupira. O que aconteceu comigo nas dez horas seguintes, não sei, se fui devorada por transeuntes canibais ou transportada para a selva Amazônica numa tribo de pigmeus. Lembro de miraculosamente “acordar” no casarão da Joaquim Távora agradecida pela competência do meu Anjo da Guarda, que evitou minha prisão ao entrar no laguinho de carpas. Acredito que se tivesse tido uma bad trip de ayahuasca na praça da República, não estaria viva para contar. Nunca mais quis ver o santo-daime pela frente. Pelo menos não no centrão de São Paulo.

https://ler.amazon.com.br/kp/kshare?asin=B01MQDMR6F&id=8fwctKVMQLOR4CS2SHBgyQ


Meu comentário - a bad da Rita deve ter se dado mais por não ter músicas junto à experiência, pelo fato de estar em Sampa.... rs

22/01/2017 ÁGUA - segunda sessão do ano, primeira do UIARA SOLARIUM

TEMA ÁGUA

primeira sessão do ano em Visconde de Mauá do PES (AyA) e a primeira inaugurando o nome
UIARA SOLARIUM.

Até então homenageando o SOL somente, vimo nesses anos a inevitabilidade de homenagear nossas águas.

Entre 20 e 22h no DOMINGO dia 22/01/2017 - Visconde de Mauá/RJ (ameaçou ser no sábado 21, mas optamos em adiar um dia)

Rui Takeguma - zap 24-99297-4065  somaterapia@gmail.com




"Vocês andaram dizendo às pessoas que esta é a Décima Primeira Hora.
Agora vocês precisam voltar e dizer a essas pessoas que a Hora é agora.
 E que há coisas a serem consideradas:
 Onde vocês estão morando?
 O que vocês estão fazendo?
 Quais são os seus relacionamentos?
 Vocês estão em boas relações?
 Onde está a água de vocês?
 Conheçam o seu quintal.
 É o momento de falarem a sua Verdade.
 Formem as suas COMUNIDADES.
 Sejam bons uns com os outros.
 E não procurem fora de vocês pelo líder.
 Este poderá ser um tempo muito bom!
 Há um rio que agora está correndo muito rápido.
 Ele é tão grande e ágil que chegará a assustar alguns.
 Esses vão tentar ficar na margem, e se sentirão como que deixamos de lado, e vão sofrer muito.
 Saibam, o rio tem o seu destino.
 Os anciãos dizem que precisamos deixar a margem, saltar para o meio do rio, manter os olhos bem abertos e as cabeças acima da água.
 Veja quem está lá dentro com vocês e celebrem.
 Neste momento da história, não devemos fazer nada sozinhos, no mínimo entre nós mesmos.
Quando fazemos, nosso crescimento e jornada espiritual tem uma parada.
O tempo do lobo solitário acabou. REUNAM-SE!
Abandonem a palavra luta, confronto, da sua atitude e do seu vocabulário.
 Tudo o que fizermos agora, precisa ser feito de uma maneira sagrada e em celebração.
 NÓS SOMOS AQUELE QUE ESTÁVAMOS ESPERANDO".

Os Anciãos -  Oraibi, Arizona -  Nação Hopi



Avaliação:
 Sessão com muita chuva, com pausas.
O mais importante da sessão foi exercer o aprendizado de 10 anos de sessões, pra FILTRAR quem não pode beber ayahuasca em nossa pesquisa. Assim, a pessoa que marcou a sessão, acabou que não quis ser fotografada antes e depois da sessão (Pesquisa Expressões). Como  respeitamos a privacidade e colocamos uma tarja escondendo o rosto no blog e vídeos, a opção da pessoa não querer seguir uma parte da pesquisa, nos dá opção em não aceitar a pessoa na pesquisa...
Enfim, tirando esse aspecto positivo de aprendizado, pessoalmente foi uma sessão muito terapêutica, me fez ver muitas coisas no meu viver e ajudou na minha cicatrização de uma infecção na canela (confirmei isso ao passar no posto de saúde no dia seguinte).
Seis Horas de Sessão. 2 pessoas, nenhuma virgem em ayahuasca, e um novo no PES (AyA).








PESQUISA EXPRESSÕES: